Olá a todos, essa questão chega principalmente quando o assunto é assistência técnica, clientes perguntam se compensa consertar uma central multimídia.

Essa questão é complicada pois a nossa assistência técnica é a parte interessada. Explicando de maneira mais simples, se nós dissermos que não compensa estamos diminuído a nossa receita financeira, se dissermos que compensa poderemos criar uma expectativa e um futuro aborrecimento do cliente.

 

Como saber se compensa consertar sua central multimídia? 

Depende muito do modelo de central que apresentou defeito e do nível de exigência do cliente. Existem centrais de ótima qualidade mas não possuem funções ou processamento para suportar novas funções.

O calculo é complicado, tentarei explicar com dois exemplos:

  1. Central obsoleta ou com mais de 5 anos de existência, baixo poder de processamento e com um cliente exigente. Apresentou defeito que custa cerca de 40% do valor de uma nova, neste caso não compensa o conserto.
  2. Central com cerca de 3 ou 4 anos de uso, processamento razoável, funciona vídeos pelo Pendrive e consegue utilizar espelhamento via software. Se o custo do conserto chegar até 50% do valor de uma nova o conserto ainda compensa.

Existem casos onde os defeitos são crônicos ou de fabrica. Normalmente após o reparo elas dificilmente voltarão a apresentar defeito. Os problemas sempre estão relacionados a algum problema na montagem e ou projeto. Com algumas horas em bancada é possivel corrigir e ter um produto confiável por muito tempo.

 

Compensa uma central multimídia mais moderna?

Outro problema, atualmente não vejo nada de “moderno” (post sobre o assunto, clique aqui) no mercado de centrais multimídias, sempre mais do mesmo. Ainda acho centrais baseadas em WinCE confiáveis e muito a frente das centrais com Android, já expliquei em outros posts, Android não foi feito para ser usado em central multimídia, é adaptado.

Trocar a central somente por conta de um visual mais “bonito” é complicado, a cada lançamento outros defeitos surgem e nem todas as assistências estão preparadas.

O conserto de centrais multimídia chinesas é baseado em aprendizado já que os fabricantes não disponibilizam manuais ou diagramas técnicos. Se o produto é novo no mercado dificilmente achará solução.

 

Como é feito aqui na Reiaudio?

Quando um produto chega pelos correios ou algum cliente traz pessoalmente, fazemos o possivel para que o preço seja o mais justo possivel. Levamos em consideração diversos fatores.

Do que adiantaria cobrarmos por um reparo se amanhã outros defeitos poderão ocorrer e causar aborrecimentos ao proprietário? Consertar o item X, amanhã da defeito no Y e no Z.

Já tivemos casos aqui em que outros técnicos consertaram um defeito mas ao lado outro era visível que um dia apresentaria problema, mas não fizeram o reparo, a consequência é novamente o produto com outro defeito.

É de nosso interesse que o cliente faça o serviço, cobrar valores exorbitantes e ainda dizer que compensa não seria ético.

 

 

Como expliquei no começo do post, é bem difícil mensurar se compensa ou não, sempre deixamos que essa escolha seja feita pelo cliente e tentamos não emitir opiniões pessoais.

Compensa consertar uma Central Multimídia?
5 (100%) 1 vote
Por favor Conecte para comentar
  Inscrição  
Notificação de
Marcelo Lemos
Membro
Marcelo Lemos

Boa Noite. Eu fui carregar a bateria do meu carro e coloquei em 24 volt sem querer. A central multimídia queimou o fusível. E agora é só energizar que o fusível queima novamente. Não liga. Acho que tem alguma coisa está em curto. A central é uma S100 da roadnave. Focus 2013. Você conserta? como enviar?

celio
Membro
celio

Boa noite Reinaldo. Em outro post seu, voce recomenda para adquirir central multimidia com windows Ce e não android. Desculpa a minha ignorancia, mas as centras xx, xx, xxx, por exemplo, falam que são da plataforma windows Ce6 e são para android 6.0 – por exemplo. Como é essa descrição técnica? Obrigado.